Hoje foi um dia feliz: retornei à Escola Estadual de Tempo Integral Dr. Manoel Dantas, depois de dois anos e sete meses de trabalho no Gabinete do órgão central da Secretaria de Estado da Educação e da Cultura.

Quem me conhece sabe que escola sempre foi o meu chão, desde que ingressei na Rede Estadual de Ensino, em 13 de março de 1990. Por isso mesmo, depois de concluída a missão de Secretária de Estado, voltei com a mesma ansiedade e motivação do primeiro dia de trabalho, ainda aos 18 anos de idade.

Na escola me realizo e para ser a melhor profissional possível, investi na minha formação acadêmica. Em 2008 cheguei à defesa da tese de doutoramento em educação, fruto da pesquisa na Escola da Ponte, em Portugal, entre os anos de 2005 e 2006.

No ano de 2007 começamos uma bela experiência na Escola Estadual Hegésippo Reis, no bairro Nova Descoberta, em Natal. 10 anos depois essa escola tem o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) mais alto do estado: 7,1.

Em 2015 foi a vez de me lançar a outro desafio:  o projeto da Manoel Dantas, no Tirol, também na capital potiguar, que a fez sair de um IDEB 2,5, em 2013, para 5,8 em 2017, reação extraordinária em curto espaço de tempo.

Os projetos dessas duas escolas, há dois anos, passaram a inspirar outras duas escolas estaduais: a Joaquim Torres e a Maria de Lourdes.

Há um ano fui convidada pela equipe da Escola Estadual Alceu Amoroso Lima para conversar sobre o referencial da nossa tese. Agora essa escola se junta as quatro primeiras e enxergamos que nasceu uma REDE muito especial, um movimento que partiu das próprias escolas, por uma Educação transformadora e cidadã. Isso não é pouco!

Pelo terceiro ano escolas se reúnem numa jornada pedagógica para trocar experiências, estudar, discutir, planejar. É claro que isso não é o ordinário e se reveste de uma importância que me enche os olhos e faz o coração bater feliz.

É desse pulsar que as nossas escolas precisam e é o que explica os excelentes resultados que temos alcançado em diversas por todo estado. Volto à escola para ser ainda mais feliz e agora muito interessada em saber de outras escolas do RN que também desejam conspirar por uma Educação cidadã e que promove aprendizagem.

Compartilho link para que conheçam o meu trabalho do doutorado que é a base de orientação das iniciativas que destaquei. CLIQUE AQUI

IMG_5975

6 comentários em “Retornei à escola

  1. Toda uma vida contada pela professora, o que mais encanta é a alegria de retornar à escola, a professora nunca saiu, foi uma secretária que trabalhou muito pela escola.

    Curtir

  2. Parabéns!!!
    Quando se ama a profissão, todos q dela participam saem elevados.
    Vocês deu e está dando grande contribuição a educação de nosso Estado, qualquer q seja o cargo q esteja exercendo.
    Boa sorte

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s